EMPREENDEDORISMO GESTÃO DE PESSOAS COMO FERRAMENTA DE RENTABILIDADE

  • Dianna da Silva Batista Pinto Granbery
  • Sandra Bara Alves FACSUM

Resumo

No Brasil, pensar em investir significa correr riscos, e é um fato se considerarmos que uma empresa só estará estabilizada após três anos de sua instalação. Sendo assim, investir significa batalhar por um sonho e empreender é fazer acontecer e não simplesmente abrir um novo negócio. Foi com este pensamento que surgiu a primeira fábrica de moda íntima na cidade de Mar de Espanha em 1998. Uma ideia inovadora que hoje se tornou a principal fonte de renda local. Com bases nesta afirmação, este artigo pretende destacar a importância do desenvolvimento empreendedor deste ramo econômico na cidade de Mar de Espanha-MG; como as empresas da cidade trabalham seu capital intelectual e a importância da Gestão de Pessoas como diferencial competitivo para as empresas e importante ferramenta de rentabilidade das organizações. Este artigo se faz importante, pois o capital intelectual de uma empresa é determinante para o desenvolvimento de qualquer organização e, saber ouvir, aproveitar ideias, identificar novos empreendedores e motivar pessoas a continuar o trabalho em prol de uma meta comum pode ser um fator altamente competitivo para as empresas. Embora lógico, muitas vezes um empresário não possui esta visão e não é capaz de identificar talentos em sua empresa. Com este artigo será possível mensurar através de pesquisa em fábricas localizada em uma cidade do interior de Minas Gerais o quanto esta valorização acontece e o que pode ser melhorado para que as empresas preservem o que elas têm de mais importante: as pessoas.


 

Publicado
2018-11-07
Como Citar
BATISTA PINTO, Dianna da Silva; ALVES, Sandra Bara. EMPREENDEDORISMO GESTÃO DE PESSOAS COMO FERRAMENTA DE RENTABILIDADE. Anais - CAT - Congresso de Administração e Tecnologia, [S.l.], v. 4, n. 1, p. 37-62, nov. 2018. ISSN 2525-7617. Disponível em: <http://revista.granbery.edu.br/index.php/cat/article/view/60>. Acesso em: 21 set. 2019.
Seção
Artigos sobre Recursos Humanos e Responsabilidade Socioambiental